PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

quarta-feira, 19 de julho de 2017

FAXINAL - Implantação do Projeto de Cestas Orgânicas

O que você acha de receber uma cesta de alimentos orgânicos e agroecológicos semanalmente em sua residência?
Tendo em vista que existe a necessidade de fortalecer a agricultura familiar local, a Prefeitura Municipal de Faxinal em parceria com a EMATER, Universidade Estadual de Maringá (UEM) e com apoio do Banco SICRED, desenvolveram um projeto de comercialização de Cestas de Produtos Orgânicos e Agroecológicos. Sabe-se que a agricultura familiar tem grande importância para o mercado interno, devido à significativa quantidade de alimentos produzidos que abastecem a população. Porém, ainda existem poucas políticas públicas voltadas para esse segmento. Pensando nisso, o município de Faxinal busca tentativas e estratégias para assegurar um mercado e uma renda, valorizando e fortalecendo os agricultores familiares frente aos médios e grandes produtores. O grande diferencial deste grupo de agricultores é que a maioria dos cultivos estão em fase de transição, da agricultura convencional para orgânica ou agroecológica, levando à mesa alimentos com mais qualidade, e a UEM vem contribuindo nesse processo. Sendo assim, pensou-se num projeto que consta em criar vínculos, em conectar um agricultor familiar com a mesa das famílias faxinalenses. Para isso, estão sendo comercializadas em forma de cestas suas produções: frutas, legumes, verduras, temperos, geleias, compotas, pães, etc., esses produtos são retirados pelo consumidor na EMATER, cada cesta é comercializada semanalmente por R$ 25,00 e o pagamento é feito previamente através de deposito bancário mensal na conta dos agricultores no valor de 4 cestas, ou seja, R$ 100,00. Todo controle das vendas é feito por um grupo criado num aplicativo de celular, onde a pessoa realiza o pagamento e já posta a foto do comprovante no grupo. Segundo a nutricionista Cibélli Kaplun Silva Lino, que é uma das coordenadoras do projeto, criou-se um grupo de oito famílias de produtores que participam do projeto, eles estão muito felizes e otimistas por ter comércio garantida e aumento da renda. Por outro lado, a proposta também teve muita aceitação pela comunidade, onde 50 famílias já aderiram, por várias motivações, dentre elas ter alimentos saudáveis em sua mesa sabendo de sua procedência. Além dos alimentos serem isentos de agrotóxicos e muito mais nutritivos, são comercializados por um preço justo, pois não existe atravessador. Consumindo produtos orgânicos você previne o aparecimento de doenças, ajuda a natureza, além de incentivar o pequeno agricultor, que tal aderirmos também a essa ideia!!! Com informações da nutricionista Cibelli Kaplun Silva Lino.


Nenhum comentário: