PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

sexta-feira, 9 de junho de 2017

MANOEL RIBAS - TRE-PR arquiva denúncia contra Bete Camilo

A decisão foi proferida no dia 17 de maio e publicada no dia 26 de maio, no Diário Oficial da Justiça Eleitoral
O desembargador do Tribunal Regional Eleitoral (TER-PR), Lourival Pedro Chemim, determinou, em decisão monocrática, o arquivamento de uma denúncia, que corria em segredo de justiça, contra a prefeita reeleita de Manoel Ribas, Bete Camilo, e contra o então candidato a vereador e atualmente presidente da Câmara de Vereadores de Manoel Ribas, Márcio Patera. A decisão foi proferida no dia 17 de maio e publicada no dia 26 de maio, no Diário Oficial da Justiça Eleitoral. Um inquérito policial foi aberto a partir de denúncia feita por Larissa Marise Watte Oenning, filha do então candidato a vereador Lindolfo Oennig. Ela acusou Márcio Patera, proprietário de um mercado, de reter os cartões do Programa Bolsa Família de moradores da reserva indígena Ivaí e fazer a entrega de cestas básicas em troca de votos para ele e para a prefeita Bete Camilo. A denúncia ainda relatava uma suposta utilização do dinheiro do transporte escolar e de um convênio do Incra para obter votos no assentamento Nova Itaúna. Em seu despacho, Lourival Chemim apontou que a Procuradoria Regional Eleitoral solicitou o arquivamento do inquérito, por entender que não havia elementos mínimos que comprovassem a materialidade e autoria das denúncias. “Afirma que, no presente inquérito, não reside indícios suficientes e aptos a ensejar as investigações para a persecução penal, a fim de confirmar as denúncias trazidas com a notícia de crime, conforme constatado pela autoridade policial”, assinalou o desembargador. Diante da manifestação da procuradoria eleitoral, Lourival Chemin determinou o arquivamento do inquérito policial. A prefeita Bete Camilo comentou que recebeu a notícia do arquivamento com tranquilidade e destacou que sempre confiou na justiça, já que tinha plena certeza que se tratava de uma denúncia vazia, o que acabou sendo comprovada pela decisão judicial. Informações do Jornal Paraná Centro.

Nenhum comentário: