PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Grampo telefônico mostra que secretário de Richa causou mal-estar entre o governador e Aécio Neves

Valdir Rossoni, secretário-chefe da Casa Civil, publicou vídeo em que promete sair da presidência do PSDB, caso acusações contra Aécio, feitas pela Odebrecht, sejam verdadeiras.
Conforme o portal G1, gravações telefônicas do senador afastado Aécio Neves e da irmã dele, Andrea Neves, mostram que os dois ficaram irritados com o secretário-chefe da Casa Civil do Paraná, Valdir Rossoni. Os dois se queixaram de um vídeo, em que Rossoni se diz decepcionado ao ver o nome do senador citado nas delações de executivos do Grupo Odebrecht. No vídeo, divulgado em uma rede social em abril deste ano, Rossoni afirmva que iria esperar que a Odebrecht apresente provas contra Aécio. Ele dizia que, se as denúncias fossem verdadeiras iria exigir a saída do senador da presidência do PSDB. Rossoni preside a legenda no Paraná. O secretário afirma ainda que, se Aécio não deixasse a presidência do partido, ele próprio sairia. As gravações telefônicas de Aécio e Andrea Neves foram obtidas com autorização da Justiça, durante as investigações referentes à delação de executivos da JBS, que levaram o senador a ser afastado do mandato pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Andrea disse ao senador que ele deveria reclamar com o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB) sobre a situação. LEIA MAIS.

Nenhum comentário: