PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9977-1422

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Últimas informações que estão acontecendo em Brasilia

Subiu para oito o número de pedidos de impeachment contra o presidente Michel Temer protocolados na Câmara dos Deputados. Além de parlamentares da oposição, um grupo de sete deputados do PSDB também fez um pedido de afastamento de Temer. Os pedidos foram protocolados após a revelação feita pelo dono da JBS, Joesley Batista, de que Temer deu o aval para a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.
O deputado Darcísio Perondi, do PMDB, afirmou à CBN que o presidente Michel Temer ficou aliviado com a divulgação da conversa entre ele e o dono da JBS, Joesley Batista. O vice-líder do governo na Câmara estava com Temer no momento em que as gravações foram divulgadas. Darcísio disse que Temer reconheceu que foi um erro ter recebido o empresário da JBS.
O relator da Operação Lava-jato, ministro Edson Fachin, autorizou a abertura de um novo inquérito para investigar o presidente do Senado, Eunício Oliveira, do PMDB. A nova investigação tem relação com as delações dos empresários da JBS. É o segundo inquérito para investigar Eunício Oliveira em andamento no STF. 
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, divulgou um vídeo em que afirma que o "Brasil pede que todos os fatos sejam apurados com rigor". Foi a primeira manifestação do tucano sobre a crise instaurada no PSDB após a denúncia dos áudios da JBS. Alckmin evitou citar o presidente Michel Temer ou o senador afastado Aécio Neves.
A crise política após a delação da JBS fez o Ibovespa despencar 8,8%, com 61 mil 597 pontos. Pela manhã, as baixas ultrapassaram os 10%, fazendo com que a bolsa suspendesse as atividades por 30 minutos. O dólar comercial encerrou o dia a R$ 3,389, em alta de 8,15%. O euro subiu 7,05%, vendido a 3,749... As ações das empresas estatais registraram fortes quedas no dia. A Eletrobras despencou 20,97% e teve a maior baixa do Ibovespa. As ações ordinárias da Petrobras registraram baixa de 11,37% e as do Banco Brasil tiveram queda de 19,91%.
O dono do Grupo JBS, Joesley Batista, divulgou carta nesta quinta-feira para dizer que a empresa errou e pede "desculpas a todos os brasileiros". O texto foi apresentado após a divulgação de gravação de conversa entre o empresário e o presidente Michel Temer... Na carta, Joesley Batista admite que foram feitos "pagamentos indevidos a agentes públicos". O empresário também diz que nos acordos assinados  com o Ministério Público ele se colocou à disposição para expor, com clareza, a corrupção das estruturas do Estado brasileiro. 

Uma coisa é certa...  Isso ai põe o Temer de cabelos em pé.

Nenhum comentário: