PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Nota Paraná ajuda entidades a ampliarem o alcance de suas ações

Há três anos, a protetora de animais Anne Moraes criou, em Londrina, a Associação Defensora de Animais (ADA), que atende cerca de 600 cães e gatos em situação de abandono ou feridos. A instituição gasta cerca de R$ 60 mil mensais para fazer o trabalho e manter os atendimentos sempre foi complicado. Desde que passou a receber doações do programa Nota Paraná, a ADA tem conseguido até ampliar suas ações, já reformou e ampliou o número de canis e contratou funcionários capacitados para cuidar dos animais. A instituição é uma das 974 entidades sem fins lucrativos beneficiadas diretamente pelo programa de cidadania fiscal lançado pelo Governo do Paraná em 2015 e que acaba de atingir a marca de R$ 500 milhões em créditos e prêmios distribuídos aos contribuintes e outros R$ 19,5 milhões para as instituições filantrópicas cadastradas. “Atualmente o dinheiro do Nota Paraná representa a principal fonte de renda da ADA. Sem esses valores, seria impossível continuar com o nosso trabalho de resgate. Estamos sobrevivendo graças ao programa”, afirma. Em 11 meses de participação, a ADA já recebeu R$ 184 mil do Nota paraná e agora foca num trabalho de sensibilização, principalmente pelas redes sociais, para conseguir arrecadar mais cupons fiscais. “Muita gente que não pedia nota nas compras passou a ter esse hábito para nos ajudar. Criamos essa cultura dentro do grupo de voluntários virtuais da associação e na rotina de muitos londrinenses. Assim, diminuímos a sonegação e ainda conseguimos salvar as vidas dos animais”, afirma. MORADORES DE RUA – Para centenas de pessoas da região de Ponta Grossa, os recursos do Nota Paraná representam não apenas uma assistência e sim um recomeço de vida. Moradores de rua e ex-dependentes químicos encontram no Ministério Melhor Viver a chance de uma reinserção social e familiar, graças ao apoio da instituição, que recebe valores diretamente do programa do Governo Estadual. LEIA MAIS.

Nenhum comentário: