PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

quarta-feira, 24 de maio de 2017

MARILÂNDIA DO SUL - Investimentos em segurança pública

Projeto de readequação da delegacia de Marilândia do Sul tem sinal verde da Secretaria de Segurança
O secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, Wagner Mesquita, autorizou nesta segunda-feira (22 de maio) a prefeitura de Marilândia do Sul a prosseguir com o projeto de readequação da delegacia de Polícia, que vem há tempos sofrendo com o problema de superlotação. O secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos do Paraná, deputado Artagão Júnior, acompanhou o prefeito Aquiles Takeda Filho na audiência. Também estiveram presentes o delegado da comarca, Felipe Ribeiro Rodrigues, o chefe de gabinete da prefeitura, Aristides Bueno Junior, e o engenheiro Augusto Ciskoski. Atualmente, a delegacia da comarca de Marilândia do Sul, que tem capacidade para 8 presos, está abrigando cerca de 50. “Com o sinal verde do secretário Mesquita, podemos continuar trabalhando no projeto de readequação e humanização”, disse o prefeito. A estimativa prévia é que sejam investidos cerca de R$ 600 mil na obra. Artagão Júnior reforçou ao secretário Mesquita que esta é uma demanda que vem sendo trabalhada desde o mandato do ex-prefeito Pedro Sérgio Mileski. “Pedimos que este pleito seja tratado com prioridade”, enfatizou o deputado. O delegado Felipe Ribeiro Rodrigues argumentou que Marilândia do Sul é sede da comarca e abrange os municípios de Rio Bom, Califórnia e Mauá da Serra. “Se somarmos aos presos que estão também nesses municípios o número passa de 70. Queremos readequar o espaço da nossa delegacia, pois há o risco de interdição por parte da Justiça, o que faria com que os presos fossem transferidos para Apucarana, superlotando aquela delegacia e agravando o problema como um todo”, disse. Mesquita concluiu: “Podem dar sequência ao projeto que vamos tratar o pleito com prioridade e vamos estudar a melhor forma de conseguir o aporte financeiro”. Ainda na audiência foram solicitados veículos para as polícias Civil e Militar. (Por Victor Almeida).

Nenhum comentário: