PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9977-1422

terça-feira, 11 de abril de 2017

Garoto de dois anos está com AME tipo 1 e precisa de R$3 milhões pra tratamento

Bernardo Fantin Souza, que vai completar 2 anos no próximo 20 de abril. Ele é portador de Atrofia Muscular Espinhal (AME) do tipo 1, a classificação mais grave da doença
Andar, correr, subir em cadeiras e degraus, pegar objetos, brincar, ou simplesmente respirar. A maioria das crianças de 2 anos faz estes movimentos sem qualquer problema. Mas esta não é a realidade do pequeno Bernardo Fantin Souza, que vai completar 2 anos no próximo 20 de abril. Ele é portador de Atrofia Muscular Espinhal (AME) do tipo 1, a classificação mais grave da doença. Desde poucas semanas de vida, ele não movimenta nenhum membro do corpo, por conta da atrofia dos neurônios motores de sua medula espinhal. Ele sequer respira sem a ajuda de aparelhos. Para tentar trazer alguma melhora à vida do filho, a maquiadora Esttela Fantin, 27 anos, iniciou uma campanha para importar um medicamento que custa R$ 3 milhões. O pequeno Bernardo mora na Lapa com a mãe e a avó e é o único caso de AME na cidade. Esttela suspeitou da doença do filho com um mês e meio. Ela foi visitar o bebê de sua patroa – ambas engravidaram na mesma época e os bebês nasceram quase juntos – e percebeu que a outra criança era muito ativa, mexia braços e pernas. “E o Bernardo ficava só paradinho, com os braços para baixo”, relata a mãe. Foi aí que ela buscou ajuda na unidade de saúde. “A pediatra disse que meu bebê só era preguiçoso. Eu não me conformei com isto e levei numa pediatra particular, que eu nem podia pagar. Ela já constatou uma fraqueza anormal no meu filho”. Vejam mais detalhes na matéria redigida pelo portal Tribuna do Paraná, CLIQUE AQUI

Nenhum comentário: